Saiba mais sobre a importância do hormônio estradiol

por: Marilice Costi

Saiba mais sobre Demência e Hormônio Estradiol

Muitas mulheres se preocupam por causa dos efeitos dos hormônios. No entanto, um hormônio feminino pode ter importância na proteção contra a demência.
O papel do estradiol na saúde de neurônios foi estudado por cientistas chineses para verificar sua importância no sistema vascular. Produzido por homens e mulheres através da aromatase, o hormônio sexual chamado estradiol é liberado na corrente sanguínea da seguinte forma: nas mulheres, através dos ovários que é o principal produtor e os homens apresentam o estradiol de modo circulante através do tecido adiposo, que é um importante local de reprodução, mas em níveis mais baixos que elas.
O estradiol é atuante em vários tecidos do corpo e no cérebro, onde também atua e onde sofre regulação.


Os estudos dos cientistas foram sobre demência vascular e a atuação do estradiol. Demência, síndrome relacionada à redução da capacidade cognitiva associada à comunicação, memória e raciocínio comum ao Alzheimer. No caso da demência vascular, ela ocorre quando o sangue não é fornecido adequadamente ao cérebro e foi reduzido ou inibido porque o seu sistema de transporte se encontra prejudicado. O objetivo do trabalho era descobrir se o estradiol tinha efeito neuroprotetor.
E o resultado foi positivo. O estradiol preservou a memória espacial das cobaias, em modelo de demência vascular durante 3 meses de tratamento. Quando tratados com estradiol, o dano axonal era menor nas perdas das projeções neuronais, no aumento dos marcadores sinápticos e na redução da morte das células provada pela Demência Vascular. Somou-se a isso a aprendizagem e a memória sofreram menor prejuízo. Além disso, proteínas relacionadas à fisiopatologia da doença de Alzheimer também foram reduzidas.
O estudo demonstrou que a reposição do estradiol em doses baixas, e seus análogos inclusive, é uma forma terapêutica que promete atenuar ou bloquear consequências neurológicas negativas quando existe menor fluxo sanguíneo cerebral e quando é o caso da demência vascular.
É importante então, que as mulheres tenham níveis adequados do estradiol para serem protegidas da demência, como é chamada a perda das capacidades mentais da comunicação, memória e aprendizagem.

Referência:

Ying Zhu, Quanguang Zhang, Wenli Zhang, Ning Li, Yongxin Dai, Jingyi Tu, Fang Yang, Darrell W. Brann and Ruimin Wang. Protective Effect of 17?-Estradiol Upon Hippocampal Spine Density and Cognitive Function in an Animal Model of Vascular Dementia. Sci Rep. 2017; 7: 42660.